Páginas

domingo, 5 de março de 2017

Esclarecimento de sentido |Fragmentos de carnaval|

Aproveitando mais uma fase do meu inferno astral em que acordei com uma vontade incontrolável de escrever, estou deixando posts bem encaminhados para soltar por aqui. Nesse, em especial, resolvi fazer um compilado. Sim, faço isso quando não tenho muitos registros de imagens (ainda peco nisso) ou muito assunto pra falar sobre determinada coisa. Aí a receita é simples: junto tudo, bato no liquidificador e dá um post mega misturado e sem muita coesão.

A primeira coisa que queria falar aqui pode soar esquisita, mas vou ser direta: o meu blog tem mais acessos do que eu previa. Não me levem a mal - sou tímida, não blasé - é que, às vezes, eu prefiro pensar que estou sozinha por aqui. Entrar nesse espaço é como acessar - com meu consentimento - o meu eu mais profundo que não se limita a meras imagens e legendas desconexas, como no instagram. Vai além. Aqui, cada palavra escrita me deixa desnuda e decifrável. Já pensei várias vezes em ocultá-lo, mas já tive blogs ocultos antes e eu não levei nenhum pra frente. Paradoxalmente, deixar exposto me motiva mais a continuar registrando, ou tentando. O fato é que, constantemente, eu me confundo e não sei pra quem eu falo, se é comigo mesma ou com pessoas que eu não sei quem são. 

Outra contradição ao fato de eu ter um blog "público", é  que eu não tenho pretensão NENHUMA de ficar conhecida ou de angariar seguidores e acabar virando refém deles. Tem gente que não sabe ser gente e não dá pra ignorar isso. Fora que, andando na contramão do consumo, a probabilidade de marcas me mandarem coisas é inexistente porque o intuito não é vender, propagar ou estimular pessoas a consumirem EXAGERADAMENTE coisas de que não precisam. O sentido disso aqui, embora eu esqueça sempre de bater foto, é puramente o registro de pensamentos, ideias, looks ou vivências. Se for pra influenciar alguém a fazer alguma coisa, que seja algo bom pro mundo, pensando na coletividade e não só em si mesmo. Por fim, eu NÃO sou "blogueira", eu NÃO trabalho com isso e eu NÃO faço parceria vinculando minha imagem a algo que eu não acredito. Se alguém quiser me dar alguma coisa, que seja vinho. :B hahaha 

*Agora corta e vamos falar de carnaval.* 


Esse ano, meu carnaval foi tranquilo, fiquei na minha cidade e equilibrei as escolhas entre folia e netflix. Fui em alguns bloquinhos, numa festinha no condomínio do namorado, mas o ápice mesmo foi poder usufruir do ar condicionado do quarto da minha mãe enquanto ela viajava. Ser pobre é tão bom que com qualquer coisinha a gente fica felizinho. hehe Eu esqueci mesmo de registrar a parada toda em detalhes, portanto esse post vai ser miserável em imagens. #sóri Prometo melhorar! 


 

Não necessariamente nessa ordem... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Migos, comentem aí! :D haha